O charme e a elegância de Hue

Chegamos de manhã em Hue. Após 14 horas de viagem de ônibus (no chamado “sleeping bus”), o pessoal do hotel nos recebeu com frutas e suco. Estávamos bem adiantadas visto que o check-in só seria as 14hs mas as 10hs um dos quartos já ficou disponível e aproveitamos para descansar um pouco. O quarto do hotel era super limpo e gostoso e o atendimento espetacular. Isso tudo por um valor de $13 (quarto duplo incluindo o café da manhã). É, as coisas no Vietnã são boas e baratas.

Com aproximadamente 340 mil habitantes, a antiga cidade imperial de Hue, capital do Vietnã até 1949, demonstra charme com seus patrimônios históricos, elegância com o rio Perfume que a corta e simpatia com a presença um povo marcado por um sofrimento histórico.

Quando chegamos em Hue, não sabíamos bem o que iríamos encontrar. Sabe aquele tipo de turista que aponta o dedo para um lugar do mapa e fala “é para lá que eu vou”! Fiquei tão fascinada com uma peregrinação budista até a “Pagoda do Perfume”, que fiz exatamente isso.

Ao chegarmos em Hue descobri que a peregrinação nada tinha a ver com o rio Perfume muito menos Hue pois isso acontece Chuan Huong, há 70 km de Hanói entre fevereiro e março.

Pois bem, depois da mancada, era descobrir o que a cidade de Hue tinha a nos oferecer em um dia, visto que estávamos só de passagem por lá.

Alugamos uma bicicleta por $2 dólares, pegamos um mapa da cidade, algumas dicas com locais e saímos pedalando em direção ao complexo murado da cidade imperial. Antes de chegarmos lá passamos em um local simples e super tradicional na cidade chamado Lac Thien , para nos deliciarmos com as panquecas tradicionais do Vietnã chamadas por Banh Xeo feitas com farinhas de arroz.

Após o almoço, continuamos o nosso trajeto até a cidade imperial.

A Cidade Imperial

IMG_9898.jpg
Vista da cidade proibida.

A cidade imperial é uma cidade murada, onde viveram os imperadores da dinastia Nguyen, dinastia esta que surgiu no início do século XIX e perdurou até o ano de 1945 quando o então imperador Bao Dai abdicou e o comunismo liderado por Ho Chi Minh deu origem a República Democrática do Vietnã sendo a capital transferida para Hanói. Neste mesmo período Ho Chi Minh declarou independência da França.

O objetivo de Gia Long, primeiro imperador Nguyen, era construir uma réplica em menor escala da cidade proibida de Pequim na China.

IMG_9987
Eu dentro das cidade proibida. 

A cidade imperial é dividida em 3 partes:

Captura de Tela 2016-05-26 às 18.52.50
fonte: http://www.orientalarchitecture.com/
  • Cidade proibida púrpura: Aquela frequentada pela família imperial;
  • Império de dentro: Com jardins e casas dos empregados;
  • Império de fora: Contendo templos e lugares sagrados.

A cidade de Hue, por ser situada na região central do Vietnã, então próximo a região de fronteira que até 1975 dividia o país em dois (Vietnã do Norte – comunista e Vietnã do Sul – capitalista), era constantemente atacada pelo Vietnã do Norte e após a reconquista da cidade pelos comunistas, foi intensamente bombardeada pelos Estados Unidos que destruiu muitos dos monumentos históricos do país. O que não impediu que o monumentos que sobraram fossem reconhecidos pela Unesco como patrimônios da humanidade em 1993.

Rio Perfume

IMG_0235.jpg
Aline contemplando a paisagem ao longo do rio Perfume.

Depois de termos nos deparado com toda a história imperial, foi a vez de continuarmos nosso passeio de bicicleta pelas margens do Rio Perfume. O nome do rio se dá pelo fato de que no outono as orquídeas caem sobre ele e dão um aroma todo especial.

Em meio todo aquele trânsito louco e desordenado, encontramos uma rotatória onde todos tinham a preferencial. Tivemos que parar antes de atravessá-la para entender como tudo aquilo funcionava e não gerarmos uma desordem desconhecida. Respiramos fundo e fomos em frente sem olhar para os lados e até que tudo fluiu e chegamos ao outro lado ilesas.

Aos poucos o trânsito estava se tornando menos denso e conseguimos apreciar mais a presença e a calmaria do rio. Depois de praticamente 4,5km chegamos a “Thien Mu Pagoda”, bem ao estilo chinês, revelando que a linha do budismo não seguia a mesma da Tailândia. No mesmo local haviam um portal e também um templo budista e a herança chinesa estava por todas as partes, inclusive no próprio budismo da escola Mahayana com alguns toques de Taoismo.

IMG_0126

Thien Mu Pagoda

Naquele lugar pude perceber que não importa as crenças que se siga ou deixe de seguir mas que se existe um lugar sagrado, neste local há paz.

Após alguns momentos curtindo o silêncio e a paz do local e de alguns registros fotográficos, pegamos as bicicletas e voltamos de barco pelo rio Perfume, o que nos custou $5 para nós duas mais as bicicletas.

Durante o percurso descobrimos que o barco era também a casa da família que o manejava. A Aline perguntou para a mulher que morava ali como as coisas funcionavam e ela nos respondeu que no mesmo local onde estávamos e não havia nada além de cadeiras era o lugar onde dormiam, eles só estendiam esteiras a noite. Ali também cozinhavam e passavam o dia. A família era composta de 4 pessoas: o pai, a mãe e dois filhos, um jovem e outro adolescente. Quando questionada se ela gostava de morar ali, ela disse que sim pois era tudo o que conhecia já que também morou no barco com os pais quando mais nova.

A noite andamos pelo “Night Bazar” também situado as margens do rio e depois fomos jantar. Hue tem restaurantes com um ambiente convidativo e preços acessíveis.

No dia seguinte, as 7h30 tivemos que seguir viagem para Hoi An e dar adeus a uma das cidades mais charmosas e cheia de história do Vietnã.

IMG_0302.jpg
Família de barqueiros: Vida dentro do barco.  

 Quantos dias ficar:

No mínimo uns 2 dias inteiros. Gastamos pelo menos metade do dia só no palácio imperial pois tem muita coisa para ver lá.

Atrações Turísticas:

  • Cidade Imperial de Hue e a cidade proíbida
  • Thien Mu Pagoda – Localizada em frente ao rio Perfume, é uma Pagoda ao estilo Chinês
  • Than Toan Bridge –  Construída no século XVI, a ponte está localizada em cima de um canal que corta o vilarejo de Than Toan, é considerada uma das pontes mais bonitas do Vietnã.
  • Túmulos imperiais – São vários mas os mais importantes são as 3 listadas abaixo:
    • Imperial Tomb of Minh Mang
    • Imperial Tumba de Tu Duc
    • Imperial Tomb of Khai Dinh

 

3cac105ed372cd7ab6d8604a1486b34c s 80 d mm r g

Author: Nany Goes

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *